Até a ONU destaca a importância de nossos ativistas

“Rua Gonçalo de Carvalho é um exemplo impressionante”

A rua Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre, foi destacada no 1º Relatório Global sobre Urbanização e Biodiversidade como “um exemplo impressionante de ecolink natural urbano”.

2013-10-06_Cities and Biodiversity Outlook project

O projeto Cities and Biodiversity Outlook (CBO) é a primeira análise global do mundo de como os padrões projetados de expansão do solo urbano vão impactar a biodiversidade e os ecossistemas cruciais. O CBO decorre da Decisão X/22 da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica da COP10 , em Nagoya , no Japão, de 2010, solicitando ao Secretário Executivo da Convenção para preparar uma avaliação dos links e oportunidades entre urbanização e biodiversidade.

O Cities and Biodiversity Outlook destaca uma ampla gama de iniciativas bem-sucedidas de cidades, autoridades locais e governos subnacionais (estaduais ou provinciais) de países desenvolvidos e em desenvolvimento . Isso demonstra que há fortes incentivos para as cidades , governos locais, setor empresarial e outras partes interessadas, para investir em soluções naturais e manter os serviços ecossistêmicos vitais.

O trabalho científico é uma parceria entre a Convenção da ONU sobre Diversidade Biológica, o Stockholm Resilience Centre (SRC) e Governos Locais pela Sustentabilidade (ICLEI).

Página na internet do Cities and Biodiversity Outlook: Rich biodiversity can exist in cities

Na página 24 da publicação Cities and Bioversity Outlook, o exemplo das árvores e dos que lutaram por sua preservação. Devem ficar muito surpresos ao tomarem conhecimento do ocorrido neste ano com as árvores de Porto Alegre, especialmente no dia 29 de maio de 2013.

Na página 24 da publicação Cities and Bioversity Outlook,
o exemplo das árvores e dos que lutaram por sua preservação.
Devem ficar muito surpresos ao tomarem conhecimento do ocorrido neste ano
com as árvores de Porto Alegre, especialmente no dia 29 de maio de 2013.

“Quando esta rua arborizada foi ameaçado pelo desenvolvimento, moradores e grupos ambientalistas se mobilizaram para protegê-lo.” (CBO)

Atualmente as árvores da Rua Gonçalo de Carvalho e a luta por sua preservação são conhecidas em mais de uma centena de países, servindo de exemplo para que pessoas comuns em outros locais também se mobilizem como ativistas* na defesa da biodiversidade dentro das cidades e no direito de serem ouvidos pelas autoridades administrativas de suas cidades.

Em 15/10/2005 a primeira ação pública em defesa da Rua Gonçalo de Carvalho, ameaçada pela construção de uma grande obra.

Em 15/10/2005 a primeira ação pública em defesa da Rua Gonçalo de Carvalho, ameaçada pela construção de uma grande obra.

*Ativismo – O conceito de ativismo ou militância pode ser generalizada como a ação ou atividade com o intuito de fazer mudanças sociais, políticas ou religiosas, geralmente dirigidos em favor de uma posição particular.

A mídia às vezes usa o termo ativismo como sinônimo de manifestação ou protesto. Em ciências políticas também pode ser sinônimo de militância, particularmente por uma causa. A atividade em si pode ser exercida por qualquer um. Dentro do enquadramento legal e eleitoral em democracias representativas, geralmente toma a forma de lobby, escrever cartas, promover reuniões ou manifestações para a imprensa e líderes políticos no sentido de sua postura preferencial, promover ou simplesmente seguir certos comportamentos que são projetados ou simplesmente contribuir para a causa, como boicotar certos produtos de consumo ou executar a preferência por outras compras no indivíduo ou grupo ou fazer qualquer representação ou manifestações organizadas, tais como marchas, suportes, obtenção de assinaturas e apoios para a causa.

Ativistas da Gonçalo de Carvalho coletam assinaturas e apoios para a defesa das árvores e pássaros de seu Túnel Verde. Outubro de 2005.

Ativistas da Gonçalo de Carvalho coletam assinaturas e pedem apoios para a defesa das árvores e pássaros de seu Túnel Verde. 15 de outubro de 2005.

O dicionário da língua espanhola define ativista como “alguém cujas ações e atos são guiados para a humanidade, para o planeta.” Ser um ativista é ser uma pessoa que com seus pensamentos, suas palavras e suas ações mudam situações sociais de injustiça, de pobreza, de desigualdade, com o objetivo de otimizar o bem-estar público.

Em 16 de julho de 2012: Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) das Nações Unidas e a Rua Gonçalo de Carvalho

ONU destaca árvores da Rua Gonçalo de Carvalho

Rua Gonçalo de Carvalho em publicação da ONU

O Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), das Nações Unidas, em Montreal, Canadá, é uma das Convenções que surgiu durante a Rio 92 e trabalha para que os países implementem medidas de conservação e uso sustentável da biodiversidade, bem como a repartição justa e equitativa dos recursos provenientes desses recursos naturais.

Dentro da CDB existe um programa de trabalho que se chama “Autoridades Locais e Biodiversidade”, o qual se encarrega da implementação da CDB a nível de cidades. Em julho de 2012 fomos contatados por e-mail, comunicando que seria colocado um destaque para a Rua Gonçalo de Carvalho em uma publicação que objetiva analisar os impactos da urbanização sobre a biodiversidade. O título da publicação é “Cities and Biodiversity Outlook” (CBO), na ocasião elogiaram a luta pela preservação das árvores e solicitaram imagens sobre a Gonçalo de Carvalho e suas árvores.

Em outubro de 2012 o trabalho foi finalizado, mas apenas agora estamos tratando dessa importante publicação, apesar de vivermos em nossa cidade um verdadeiro clima de terror pelos cortes de árvores efetuados na região do Gasômetro (Centro Histórico) e outros já programados por nosso executivo municipal.

Na página 24 da publicação Cities and Bioversity Outlook, o exemplo das árvores e dos que lutaram por sua preservação. Devem ficar muito surpresos ao tomarem conhecimento do ocorrido neste ano com as árvores de Porto Alegre, especialmente no dia 29 de maio de 2013.

Na página 24 da publicação Cities and Bioversity Outlook,
o exemplo das árvores e dos que lutaram por sua preservação.
Devem ficar muito surpresos ao tomarem conhecimento do ocorrido neste ano
com as árvores de Porto Alegre, especialmente no dia 29 de maio de 2013.

Este é o texto publicado no “Cities and Biodiversity Outlook” (CBO):

Figure 2.3. Rua Gonçalo de Carvalho in Porto Algre, Brazil, is a stunning example of a natural urban ecolink. When this tree-lined street was threatened by development, local residents and environmental groups mobilized to protect it. In June 2012, Porto Alegre passed a law protecting this and more than 70 other “green tunnels” in the city. Although the trees occasionally cause power outages when it rains (because electrical wires pass through the canopy), residents value the many benefits they provide. In addition to serving as an ecolink, the trees help reduce the urban heat island effect, improve air quality, minimize the impact of rain and flooding, and increase property values.

Cities and Biodiversity Outlook- Action and Policy

Author(s): Elmqist, T.

In: UN Secretariat of the Convention of Biological Diversity

Year: 2012

Type: Policy brief or report

Theme affiliation: Urban social-ecological systems.

Link to centre authors: Elmqvist, Thomas.

Full reference: Elmqvist, T. 2012. Cities and Biodiversity Outlook- Action and Policy. UN Secretariat of the Convention of Biological Diversity, Montreal, CAN, 66pp

Página do Convention on Biological Diversity: http://www.cbd.int/
Página do Blog Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho que fala do contato mantido em julho de 2012: http://goncalodecarvalho.blogspot.com.br/2012/07/secretariado-da-convencao-sobre.html

Repercute o corte de árvore na Rua Gonçalo de Carvalho

Um dos moradores mais antigos da Rua Gonçalo de Carvalho observa a árvore ser “fatiada” por motosserras – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Blog português A Sombra Verde, que chamou a rua Gonçalo de Carvalho como “A Rua Mais Bonita do Mundo“, também repercute o corte da árvore em Porto Alegre:

Abatida árvore símbolo da Gonçalo de Carvalho

Pedidos para tratar a árvore não foram atendidos, agora a “solução final” da SMAM. Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

http://sombra-verde.blogspot.com.br/2012/09/abatida-arvore-simbolo-da-goncalo-de.html

Segundo o português Pedro Nuno Teixeira Santos a Gonçalo de Carvalho é a Rua Mais Bonita do Mundo:

https://poavive.wordpress.com/2011/07/31/a-rua-mais-bonita-do-mundo/

“Túneis Verdes” já tem legislação especial

No Dia Mundial do Meio Ambiente é sancionada a lei dos “Túneis Verdes” em Porto Alegre

Prefeito Fortunati assina o texto – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

No dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, o prefeito municipal José Fortunati e o secretário municipal do Meio Ambiente Luiz Fernando Záchia assinaram o texto proposto pelo vereador Beto Moesch e aprovado pela Câmara Municipal no dia 30 de maio.

A lei objetiva proteger a vegetação de dezenas de vias de Porto Alegre. São considerados túneis verdes os logradouros públicos cujas copas das árvores se unam formando um túnel vegetal e cuja paisagem tenha características ecológicas, culturais, turísticas e paisagísticas de relevante formação vegetal e de grande circulação biológica, constituindo-se, assim, em patrimônio ambiental. A definição das ruas previstas na lei foi dialogada com o Legislativo por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), com base em critérios técnicos.

“Não há cidade sustentável evoluída sem arborização”, disse Moesch – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Porto Alegre já possui 15 áreas declaradas, por meio de decreto do executivo, que integram oficialmente o Patrimônio Cultural, Histórico e Ecológico da cidade. Os Túneis Verdes, encontrados em ruas com vegetação preservada, cumprem importante papel de proteção e manutenção da flora. De acordo com a SMAM, Porto Alegre possui cerca de 1,3 milhão de árvores, 608 praças, nove parques e três unidades de conservação.

Com informações da página da Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Inicia o projeto de catalogação e identificação das árvores no bairro Independência

No dia 4 de junho, véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, iniciou o projeto de catalogação e identificação das árvores de nossa cidade. Como foi uma solicitação da Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Independência – AMABI – o projeto teve seu início no bairro Independência com a identificação das árvores através de placas com o nome popular, nome científico e a origem dessas árvores na Praça Júlio de Castilhos e depois com uma placa maior que relaciona as espécies existentes na Rua Gonçalo de Carvalho.

Alunos do 2° ano do Ensino Fundamental do Colégio Bom Conselho participam da identificação das árvores – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

A cerimônia aconteceu às 14h30min na Praça Júlio de Castilhos com posterior deslocamento dos participantes para a Rua Gonçalo de Carvalho. Participaram dirigentes e associados da AMABI, secretário municipal do Meio Ambiente e funcionários da SMAM, diretores do Hospital Moinhos de Vento (o hospital adota a Praça Júlio de Castilhos), professores e alunos do 2° ano do Ensino Fundamental do Colégio Bom Conselho. Os alunos do Bom Conselho estão estudando a arborização do bairro, segundo informaram professoras.

Alunos do 2° ano do Ensino Fundamental do Colégio Bom Conselho participam da identificação das árvores – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Leia mais aqui: Identificando nossas árvores

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje será votado o projeto dos Túneis Verdes

Mais de 70 “Túneis Verdes” poderão ser preservados

Rua Gonçalo de Carvalho, a primeira rua Patrimônio Ambiental de Porto Alegre, foi também a primeira rua declarada de “Uso Especial” por decreto do executivo em 5 de junho de 2006. – Foto: Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

HOJE, após as 14h, deve ser votado o projeto dos “Túneis Verdes” do vereador Beto Moesch na Câmara Municipal de Porto Alegre. Sendo aprovado, o projeto declara mais de 70 Túneis Verdes de Porto Alegre como Áreas de Uso Especial. Isso é fundamental para a preservação destes verdadeiros “Bosques Urbanos” da cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Temos que preservar nossos “Túneis Verdes”!

Audiência Pública dos Túneis Verdes, dia 15 de maio.

No próximo dia 15 de maio, às 19h, no Plenário da Câmara Municipal de Porto Alegre acontecerá uma Audiência Pública para que todos tenham oportunidade de manifestar sugestões e opiniões sobre o projeto de Lei Municipal (do vereador ambientalista Beto Moesch) que, caso aprovado, dará proteção especial para mais de 70 Túneis Verdes de nossa cidade.

Participe!

Leve suas sugestões. Além da Rua Gonçalo de Carvalho, muitas ruas poderão ser beneficiadas com essa Lei Municipal.

Cabe lembrar que em setembro de 2011 o projeto não foi votado, incrívelmente por pedido da secretaria de cuida do Meio Ambiente na prefeitura de Porto Alegre!!!

Aqui:

SMAM adverte: árvores fazem mal à Copa do Mundo!

Fonte: Blog Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Resiste Porto Alegre!

Do blog português A Sombra Verde:

Resiste Porto Alegre

Rua Gonçalo de Carvalho – Porto Alegre, Brasil. Fotografia – TreeHugger

Dos Estados Unidos ao Chile, a fama da Rua Gonçalo de Carvalho continua a expandir-se. Ela já não é somente a rua mais bonita do mundo; é também “the most beautiful street it in the world” ou “la calle más hermosa del mundo“.

Esta fama tem esse outro lado de, no presente, já servir como chamariz para turistas interessados em conhecer a rua, as suas árvores e a sua história. É verdade, turismo baseado na preservação das árvores.

Infelizmente, mesmo em Porto Alegre, os lóbis do futebol, como por cá, movem-se muito bem dentro dos meandros do poder, confundindo os seus interesses com os interesses de uma cidade ou de um país.

Por cá, com a desculpa do Euro 2004, construíram-se estádios inúteis. Em Porto Alegre, a mesma Porto Alegre que declarou a Gonçalo de Carvalho como património ambiental pela riqueza do seu arvoredo e paisagem, decretou-se o corte de dezenas de árvores em nome desse mesmo futebol e do dito progresso que ele arrasta.

Continuo a gostar desse futebol que jogava em miúdo, com os meus amigos, na minha rua. Abomino cada vez mais esse futebol obscuro, essa indústria que destrói tudo o que se atravessa no caminho do seu voraz apetite… Resiste Porto Alegre!

Foto – Anita mais verde