Representantes de entidades levam seu apoio à Polícia Federal

Ambientalistas e representantes de entidades de moradores levaram seu apoio à Polícia Federal - Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Ambientalistas e representantes de entidades de moradores levaram seu apoio à Polícia Federal – Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Manifestação em apoio às ações da Polícia Federal pela Operação Concutare, nessa sexta-feira dia 3 maio após as 17h.

O delegado Renato Madsen Arruda, da Divisão de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente, foi até a porta onde se encontravam os manifestante e, entre muitos aplausos à Polícia Federal, recebeu flores e um documento das entidades que lá estavam representadas. Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

O delegado Renato Madsen Arruda, da Divisão de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente, foi até a porta onde se encontravam os manifestante e, entre muitos aplausos à Polícia Federal, recebeu flores e um documento das entidades que lá estavam representadas. Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

No mesmo dia que a Justiça federal no Rio Grande do Sul, rejeitou o pedido de prorrogação da prisão temporária de dez dos 18 suspeitos presos no Presídio Central de Porto Alegre. Todos os presos foram libertados na noite desta sexta-feira.

Augusto Carneiro, um dos fundadores da AGAPAN e do Movimento Ambientalista no Brasil, mesmo com seus 90 anos foi levar seu apoio à Polícia Federal também - Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Augusto Carneiro, um dos fundadores da AGAPAN e do Movimento Ambientalista no Brasil, mesmo com seus 90 anos também foi levar seu apoio à Polícia Federal – Foto: Cesar Cardia/Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

No jornal Correio do Povo:

Justiça negou pedido da Polícia Federal de prorrogação da detenção dos suspeitos

Suspeitos da operação Concutare são soltos do Presídio Central

Beneficiados pela decisão da Justiça de não prorrogar a prisão preventiva, os últimos nove presos da Operação Concutare que permaneciam no Presídio Central foram soltos pouco antes das 19h desta sexta-feira, na companhia dos advogados de defesa.

O ex-secretário municipal do Meio Ambiente Luiz Fernando Záchia sentou no banco traseiro do automóvel do defensor, Rafael Leal, e aproveitou para fazer uma ligação, assim que teve acesso a um telefone celular. Leal diz que seu cliente foi bem tratado enquanto esteve na cadeia, mesmo na precariedade do Central.

O secretário estadual do Meio Ambiente na gestão Yeda Crusius, Berfran Rosado, preferiu sentar-se no banco da frente e foi flagrado pelos fotógrafos, sem tentar esconder o rosto. O secretário estadual exonerado Carlos Niedersberg também compunha o grupo libertado no início da noite.

Berfran Rosado sendo libertado - Foto Fabiano Amaral/Correio do Povo

Berfran Rosado sendo libertado – Foto Fabiano Amaral/Correio do Povo

Populares xingam suspeitos

A maioria dos beneficiados pela decisão escondia o rosto para não ter imagens registradas pelos veículos de comunicação que aguardavam do lado de fora da cadeia para registrar a soltura. Ao lado dos jornalistas, populares esperavam ter a chance de manifestar sua indignação.

Populares xingaram presos ao passarem pela frente do Central Foto: Fabiano do Amaral/Correio do Povo

Populares xingaram presos ao passarem pela frente do Central
Foto: Fabiano do Amaral/Correio do Povo

Os xingamentos eram disparados da calçada e de dentro dos automóveis que passavam na frente da casa prisional. Tinham como alvo principalmente os políticos envolvidos na investigação.

Desde o meio da tarde, quando a notícia da liberação dos suspeitos foi divulgada, advogados podiam ser vistos circulando e falando ao telefone na entrada do Central. Alguns dos representantes comentaram aos jornalistas sobre a expectativa de inocência de seus clientes.

Às 18h53min, o último dos nove carros particulares havia cruzado o portão, em disparada. Ninguém atendeu aos pedidos de entrevista.

Juíza contraria MP

Durante a tarde, a juíza federal substituta Karine da Silva Cordeiro, da 1ª Vara Federal Criminal de Porto Alegre, negou o pedido da Polícia Federal para renovar o pedido de prisão provisória de 10 dos 18 presos na Operação Concutare, da Polícia Federal. Um deles, porém, recebeu soltura já na sede da Superintendência da corporação.

A decisão da magistrada contrariou o parecer do Ministério Público Federal. Das 18 pessoas detidas por suposto envolvimento na emissão ilegal de licenças ambientais, oito já haviam garantido liberdade após prestarem depoimento.

A PF sustentou a necessidade da prisão temporária alegando que os detidos mantém influência junto a órgãos ambientais, além de “perniciosa força política nos mais altos cargos da Administração Pública e também do Poder Legislativo e, principalmente, perante funcionários de médio e baixo escalão, fontes preciosas de informações para o esclarecimento dos fatos”.

Ex-secretário da SMAM, Luiz Fernando Záchia, sendo libertado - Foto Fabiano Amaral/Correio do Povo

Ex-secretário da SMAM, Luiz Fernando Záchia, sendo libertado – Foto Fabiano Amaral/Correio do Povo

A magistrada argumentou, no entanto, que Záchia e Niedersberg foram exonerados, assim como foi afastada a presidente da Fepam, Gabriele Gottlieb, investigada que não chegou a ser presa. Sobre os demais presos, a juíza entendeu que não foi comprovada a influência que podem exercer sobre a prova testemunhal.

Karine Cordeiro sustentou, ainda, que a manutenção da prisão não impede que versões sejam ajustadas, sobretudo com os presos “recolhidos na mesma cela ou ala do presídio (Central)”. Completou que “não tendo sido comprovada pela autoridade policial a extrema necessidade de prorrogação da medida cautelar, merece ser indeferida”.

Fonte: http://portallw.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=497837

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Um pensamento sobre “Representantes de entidades levam seu apoio à Polícia Federal

  1. denuncio a anos um grande traficante q tem contatos ate com ministro e amafia do rs na justiça e policia abafam como este caso r g d sul esta podre e ninguem fas nada e nao aseitam denuncias lembram d santa maria o cara se esconde em nova brescia bixeiro traficant e caça niquel esta aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s