O perigo dos Celulares

Especialista recomenda reduzir exposição à radiação

O engenheiro Álvaro Salles, um dos maiores especialistas brasileiros em telecomunicações, afirma que o anúncio feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de que a radiação emitida pelos aparelhos celulares pode aumentar o risco de câncer nos usuários é a “ponta do iceberg” dos estudos que estão sendo desenvolvidos em diversos países.

Chefe do Laboratório de Comunicações Eletro-Óticas do Departamento de Engenharia Elétrica da UFRGS, Salles coordena uma equipe de pesquisadores, que há cerca de 15 anos estuda os efeitos biológicos das radiações não-ionizantes (RNI) no organismo humano. Esse tipo de onda eletromagnética é o que permite falar ao telefone sem fio ou acessar a Internet sem fio.

“O que está aparecendo na mídia é só o começo, em função do posicionamento importante, ainda que tardio, da OMS, que tem sido sempre muito conservadora em relação a estas questões”, diz o professor.

Salles explica que já estão disponíveis na literatura cientifica internacional resultados consistentes em relação a diferentes tipos de exposição às radiações. “Especialmente em relação às exposições de baixo nível e de longa duração às RNI, como no caso daqueles que moram ou trabalham próximo a estações fixas de telefonia celular (ERBs), de rádios AM e FM, tevês etc”, explica o professor.

Ele alerta para a disseminação dos sistemas de Comunicações Sem Fio (tipo Wireless), como WiFi, WiMax, Bluetooth etc. “Estes sistemas estão sendo utilizados largamente em residências, locais de trabalho, shopping centers, aeroportos, áreas publicas de lazer, antes de terem provado ser inócuos à saúde. Inclusive estão sendo usados em salas de aulas com crianças, onde elas podem permanecer por várias horas expostas à radiação”, adverte.

Diante dos fortes indícios de que mesmo as radiações de baixo nível e longo tempo de exposição também podem causar efeitos danosos à saúde, o professor recomenda que as pessoas reduzam ao máximo estas exposições. “Os governos, as indústrias e as operadoras deveriam encarar com mais seriedade e responsabilidade estas questões, antes que seja tarde demais para reparar os danos à saúde publica. Quem pagara esta conta? O SUS, que está pagando a conta do cigarro?”, completa.

Fonte: Jornal JÁ

Um pensamento sobre “O perigo dos Celulares

  1. Pingback: Celulares: querem alterar a legislação « Porto Alegre RESISTE!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s