Existe memória?

Hiroshima, 6 de agosto de 1945

Hiroshima após o bombardeio

No dia 6 de agosto de 1945, numa segunda-feira, a cidade japonesa de Hiroshima foi destruída pela bomba atômica “Little Boy”.

Às 8h15min, o avião americano Enola Gay largou a bomba nuclear sobre o centro de Hiroshima. Ela explodiu a cerca de 600 m do solo, com uma explosão de potência equivalente a 15 mil toneladas de TNT, matando um número estimado de 70.000 a 80.000 pessoas instantaneamente. Foi estimado que mais de 90% dos prédios foram danificados ou completamente destruídos.

Segundo informações mais recentes de Hiroshima, em 6 de agosto de 2005, o número total de mortos entre as vítimas do bombardeio eram de 242.437. Esse número inclui todas as pessoas que estavam na cidade quando a bomba explodiu, ou que foram mais tarde expostas a cinza nuclear e posteriormente morreram.

Trecho de abertura do filme “Hiroshima, meu amor”, de Alain Resnais.

Parte do diálogo:

Ela: Contra quem a ira dessas cidades? A ira das cidades, conscientemente ou não, contra a desigualdade imposta em princípio por certos povos contra outros povos, contra a desigualdade imposta por certas raças contra outras raças, contra a desigualdade imposta por certas classes contra outras classes. Ouça! Como você eu conheço o esquecimento.

Ele: Não. Você não conhece o esquecimento.

Ela: Como você, eu tenho memória, eu conheço o esquecimento.

Ele: Não. Você não tem memória.

Morte em Hiroshima - fotógrafo japonês desconhecido

Anúncios

Um pensamento sobre “Existe memória?

  1. Pingback: Filósofo suíço Thomas Kesselring em Porto Alegre « Porto Alegre RESISTE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s