Salvem o Guaíba!

Do Blog Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho:

SOS Guaíba

Neste dia 5 de abril (2008) ocorreu um passeio no barco Cisne Branco para verificar a poluição no estuário do Guaíba. Participaram o Fórum de Entidades para o acompanhamento da Revisão do Plano Diretor na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, vereadores, imprensa e convidados.

A poluição é muito grande e ainda estamos perplexos com o que vimos!

A discussão prioritária não deve ser a que estamos ouvindo atualmente, se o Guaíba é rio, estuário ou lago. A prioridade deve ser salvar o Guaíba dessa morte lenta! Por sinal, não tão lenta assim…

Devemos cobrar ações rápidas e firmes de nossas autoridades e fazer a nossa parte, como cidadãos.

A irresponsabilidade foi longe demais!

Mais detalhes sobre essa saída aqui:

http://goncalodecarvalho.blogspot.com/2008/04/sos-guaba-ii.html

O texto abaixo, foi tirado daqui:
Blog Cão Uivador

A imundície do Guaíba
Hoje pela manhã, aconteceu um passeio no Cisne Branco, patrocinado pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Porto Alegre, para verificação dos problemas ambientais no Guaíba. Além de vereadores, participaram também representantes de associações de moradores e movimentos populares. Junto com o meu pai, fui um dos representantes dos Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho. O barco não fez seu tradicional roteiro turístico, mas sim, passou pelos pontos mais poluídos do Guaíba. E o que vimos é simplesmente estarrecedor.

O local onde é feita a captação da água que chega às casas da maioria da população de Porto Alegre é também onde é despejado o esgoto dos bairros da Zona Norte, que é justamente onde vive a maior parte dos porto-alegrenses. Isto não é motivo para deixar de usar água da torneira para consumo, já que ela é tratada, mas vejam: quanto mais poluída a água, mais dispendioso é o seu tratamento.

Chegamos a navegar um pouco pelo Rio Gravataí, que marca o limite norte do município de Porto Alegre, onde não existe água propriamente dita, e sim um “caldo”, sem vida alguma. Muito fedor e muito lixo: sapatos, garrafas plásticas, caixas… Algo que, sim, sabemos que acontece mas quase não vemos, já que viramos as costas e fazemos de conta que não é problema nosso.
Em outros pontos do Guaíba o cheiro não era tão forte, mas também havia muito lixo, tanto boiando quanto acumulado nas margens. E, incrível: chegamos a ver uma tartaruga nadando naquelas águas, era literalmente a vida desafiando a morte.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Salvem o Guaíba!

  1. Pessoas que têm um só ponto de vista e se acham com direito á proclamar ajuda de outros deveriam ficar quietos em casa para não perturbar.
    Ora, propor que se lute só pela limpeza do Rio Guaíba é no mínimo uma posição tendenciosa e com outros interêsses, pois permite e não quer gritar contra edificios que serão colocados nas margens do Rio, possibilitando não só que de suas janelas os ocupantes joguem sacos de lixo na água, como aceitam que uma carga de esgoto de mais de 30.000 litros/dia/edificio, sejam despejada junto ao rio, que em caso de falta de luz para bombeamento ira, com certeza diretamente para o Guaíba.
    Caso deste tipo temos no Bairro Protásio ALves, atraz da FAPA, onde para construirrem diversos prédios e numa cena de engana bobo, fizeram estações de tratamento, capearam parte do canal, mas no entanto os detritos são largados pelo próprio DMAE no Arroio da Pedra, bem atraz da FAPA. É só ir lá para ver.
    O Ministério Público acionado por nós jun to á Câmara de Vereadores diz que não é crime ambiental. Esta água atravessa toda A zona Norte e sai no Rio Gravataí.
    Por favor, ou nos nos unimos todos contra os desmandos ambientais ou nada conseguiremos, não adianta se enganjar só numa etapa.
    A limpeza é necessária, mas a sujeira não desaparecerá sem eliminarmos as causa. E a instalação de novos prédios junto as margens é mais uma causa de poluição.

  2. Parece que o Sr. Wittler não viu com toda a atenção o slideshow.
    As fotos são de 5 de abril de 2008, quando de uma saída de barco feita pelo Fórum de Entidades para o Acompanhamento da Revisão do Plano Diretor Urbano e AMBIENTAL de Porto Alegre.
    O objetivo foi alertar para os problemas que ele está apontando: a poluição causada palo lançamento de esgotos domésticos e industriais sem tratamento nenhum.
    Como o Sr. Wittler não participava do Fórum e não esteve na saída de barco deve ter tido conhecimento do que ocorreu apenas agora.
    O objetivo das fotos e do texto era justamente denunciar que fomos longe demais na irresponsabilidade com o ambiente natural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s