“Veto técnico” é VETO?

A ponta do "iceberg" - Charge de Eugênio Neves

A ponta do "iceberg" - Charge de Eugênio Neves

No final da tarde de sexta-feira veio a notícia, logo circulando por e-mails e páginas de notícias na internet:

Prefeito José Fogaça vetaria e devolveria o projeto aprovado na Câmara, “aconselhado” pelos próprios vereadores que haviam aprovado a alteração do regime urbanístico na Ponta do Melo (Pontal do Estaleiro), recomendando a realização de um referendo sobre o assunto.

Na página da prefeitura saiu a notícia:

Fogaça propõe referendo sobre o Pontal do Estaleiro

O prefeito José Fogaça esteve reunido na tarde de sexta-feira, 5, com o presidente da Câmara Municipal, vereador Sebastião Melo, quando anunciou a decisão de veto técnico ao projeto Pontal do Estaleiro, propondo que a matéria seja submetida a um referendo popular. Fogaça atendeu ao pedido do grupo de veradores que solicitou ao prefeito o reenvio do documento ao legislativo municipal, para que seja submetido à consulta pública (veja vídeo).

“A proposta dos vereadores é irrecusável. Não podemos deixar de ouvir a opinião da população. É uma grande oportunidade para retomarmos e ampliarmos o debate para que os porto-alegrenses digam o que realmente querem para a cidade e assim todos nós ganhamos com isso”, afirmou. O prefeito observou ainda que a decisão foi acertada em conjunto, no comitê gestor municipal. Na próxima semana, o projeto será encaminhado à Câmara com uma emenda normativa propondo a realização do referendo.

http://www2.portoalegre.rs.gov.br/cs/default.php?reg=100299&p_secao=3&di=2008-12-06

Hoje, dia 8 de dezembro, também está na página da Câmara:

Fogaça vetará Pontal

O prefeito José Fogaça comunicou sexta-feira (5/12) que irá vetar o projeto Pontal do Estaleiro, aprovado pela Câmara em novembro. O comunicado foi feito ao presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Sebastião Melo (PMDB). Conforme Melo, Fogaça informou que vai sugerir ao Legislativo a realização de um referendo sobre a matéria, conforme sugerido por grupo de vereadores na quinta-feira (4/12), a ser realizado em 2010, junto com as eleições.

“Não podemos deixar de ouvir a opinião da população. É uma grande oportunidade para retomarmos e ampliarmos o debate para que os porto-alegrenses digam o que realmente querem para a cidade e assim todos nós ganhamos com isso”, afirmou. O prefeito observou que a decisão foi acertada em conjunto, no comitê gestor municipal. Nesta semana o projeto será encaminhado à Câmara com uma emenda normativa propondo a realização do referendo.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)

http://www2.camarapoa.rs.gov.br/default.php?reg=7801&p_secao=56&di=2008-12-08

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s