Dia 24 diremos ao prefeito…

 

O Movimento Porto Alegre Vive, integrado por diversas Associações de Moradores, Movimentos e ONGS, torna públicas suas sugestões ao Prefeito Municipal de Porto Alegre relacionadas ao tema “Revisão do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Ambiental”.

Na próxima sexta-feira, dia 24, a partir das 16h30min, integrantes do Movimento estarão em frente ao Paço Municipal esclarecendo a população e divulgando suas propostas, enquanto o Sr. Prefeito recebe em audiência alguns representantes.

É importante que o Prefeito atente, e que a população perceba, que o que tem sido divulgado como consenso após debate democrático, de fato não representa as entidades abaixo, que continuam alertando sobre temas que passaram sem a devida discussão com a população, como os exemplos a seguir:

Exemplo 1: o novo mapa de alturas máximas das edificações (Anexo 1.1 no site da Secretaria do Planejamento), proposto para a Macrozona 1 – que compreende os bairros centrais até a terceira perimetral – no qual se prevê a redução do atual índice de 18 andares para um escalonamento de 6 até 14 andares ficará totalmente anulado quando houver a transferência de potencial construtivo ou a aquisição de solo criado, aumentando os limites de alturas, conforme a seguinte tabela:

Tabela alturas

O que a tabela mostra é que a divulgada redução de alturas para atender o clamor social foi neutralizada pela manobra de adicionar solo criado ou potencial construtivo! Engana-se desta forma a opinião pública, se não estiver bem atenta.

A esse respeito, o Movimento Porto Alegre Vive reafirma suas propostas de respeito às diferentes identidades dos bairros de Porto Alegre e que as novas edificações mantenham-se em harmonia com a pré-existência urbana, no que diz respeito a altura, recuos e arborização.

Exemplo 2: a abordagem da revisão quanto à proteção do patrimônio cultural inicialmente previu a divisão das atuais 80 Áreas Especiais de Interesse Cultural em Áreas de Interesse Cultural e Áreas de Ambiência Cultural. Este “crescimento” numérico foi divulgado como um “aumento” das áreas a serem preservadas. O que não foi divulgado, entretanto, é que a superfície, em metros quadrados, de fato foi reduzida nesta proposta!!

Não bastasse a divisão das áreas como de Interesse ou de Ambiência Cultural, sem nenhum embasamento conceitual e sem a apresentação de qualquer justificativa, e a tentativa de manipulação da opinião pública relatando aumento das áreas, com a simples divisão das áreas originais ao meio, o documento enviado ao Prefeito inclui uma outra proposta, apresentada pela Associação Gaúcha dos Advogados do Direito Imobiliário Empresarial, que reduz ainda mais drasticamente a superfície das áreas consideradas patrimônio cultural e deixa a região da Orla inteiramente sujeita a qualquer tipo de empreendimento residencial ou comercial, de qualquer porte.

O Movimento Porto Alegre Vive, no entanto, reitera enfaticamente que devam ser preservados os marcos técnicos desenvolvidos pelo estudo original elaborado pela Secretaria Municipal da Cultura em conjunto com a Faculdade Ritter dos Reis delimitando as áreas e propondo os índices construtivos de modo a a preservar os valores culturais identificados em cada uma das oitenta áreas, sem no entanto impedir novas edificações. Destaca-se especialmente a defesa da Orla para usofruto de toda a população em atividades náuticas e de lazer e a preservação da paisagem típica de Porto Alegre, com a vista do Guaíba.

Estas são apenas duas das muitas questões que o Movimento defenderá junto ao Sr. Prefeito no próximo dia 24 de agosto, e que serão integralmente divulgadas à população, pois a revisão do Plano está plena de artigos que afetam toda a cidade e não apenas a região central.

Estão convidados todos os que moram e investem em Porto Alegre, para conhecer outras visões da cidade e respondermos juntos à pergunta: como é a cidade onde queremos morar?
Isso interessa a você? Então participe!

Somente com a participação dos cidadãos de nossa cidade poderemos construir uma cidade melhor para todos.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dia 24 diremos ao prefeito…

  1. Amigos, integrantes e simpatizantes do Movimento Porto Alegre Vive

    Recebemos uma ligação do Gabinete do Prefeito, na data de hoje, remarcando a AGENDA, anteriormente definida para o dia 24/08 – às 17 horas, para o mesmo
    dia, no entanto, às 11 horas da manhã.
    Portanto, o recebimento da Comissão do POAVive, será:

    Dia 24/08, na próxima sexta-feira, às 11 horas.
    Nos encontraremos 10h30min para que as comunidades entreguem, em derradeira tentativa, suas propostas referentes ao Plano Diretor da Cidade, antes do encaminhamento para a Câmara de Veradores.
    Um abraço a todos.

    Marco Antônio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s